Resumo; Bolsonaro; OMS; Espanha; Wuhan;

Bolsonaro faz reunião ministerial transmitida ao vivo, a primeira depois de 22 de abril

O presidente Jair Bolsonaro abre esta manhã reunião com 13 ministros para falar do status do coronavírus, a primeira depois da polêmico encontro do dia 22 de abril, que virou alvo de inquérito no STF. Ele mencionou o aumento de casos de depressão e violência doméstica como prejuízos do isolamento social. Bolsonaro sugeriu que a doença já chegou ao ponto mais alto que poderia chegar, mencionando inclusive a OMS para justificar. Ele voltou a falar em exagero da mídia para abordar a pandemia.

OMS diz que locais fechados foram o que mais contribuíram para transmissão de covid-19

A diretora de Saúde Pública da Organização Mundial da Saúde (OMS), María Neira, alertou que os locais fechados foram os lugares que mais contribuíram para a transmissão do novo coronavírus no mundo. A especialista participou de uma entrevista ao canal espanhol TVE. A Espanha discute atualmente o efeito para o agravamento da pandemia de manifestações sociais de rua, como a de 8 de março, quando o vírus já circulava na Europa. “Nunca saberemos que proporção de contribuição à transmissão da epidemia teve um ato específico. O que sabemos é que naquele dia na Espanha milhões de pessoas estavam se deslocando, indo a cinemas, teatros, jogos e eventos de futebol de todos os tipos”, disse a dirigente.

L

Espanha reagiu com ao menos 10 dias de atraso à covid-19, afirma pesquisador

A Espanha reagiu com pelo menos 10 dias de atraso à covid-19, de acordo com o microbiologista Emilio Bouza. O fundador da Sociedade Espanhola de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas, Emilio Bouza, declarou na terça-feira que, desde que o vírus apareceu na Itália com evidências de transmissão de pessoa para pessoa, a Espanha perdeu um “tempo precioso” de ao menos de 10 dias em reagir adequadamente. Bouza compareceu perante o grupo de trabalho em saúde e saúde pública da comissão de reconstrução na Câmara dos Deputados. “A situação na Itália deveria ter nos avisado”, disse o microbiologista, para quem um dos erros da Espanha é aceitar que a doença afetaria apenas a China e que seria semelhante às anteriores. A conclusão do pesquisador reforça indícios de que a Europa como um todo subestimou o perigo do coronavírus.

Estudo de Harvard sugere que coronavírus circulou em Wuhan desde agosto

O coronavírus pode estar circulando na China desde agosto de 2019 em Wuhan, foco original da pandemia, de acordo com um estudo da Universidade de Harvard que analisou o aumento do tráfego de carros nos estacionamentos dos principais hospitais da cidade e buscas na Internet sobre sintomas agora associados à covid-19, como tosse ou diarreia.

“Em agosto, detectamos um aumento acentuado nas pesquisas sobre diarreia, algo que nunca aconteceu nas temporadas anteriores da gripe“, destaca o estudo. “Embora não possamos confirmar que o aumento no volume esteja diretamente relacionado ao novo coronavírus, esses sinais eles apoiam outros estudos recentes que mostram que o início da circulação do vírus ocorreu antes que o surto no mercado de Huanan fosse identificado “, argumentam os autores.”