VINGANÇA? Agente penitenciário é assassinado com 03 tiros pelas costas em Vilhena-RO..

Atirador chegou em bicicleta e passou a efetuar disparos pelas costas.

O homicídio seguido de dupla tentativa de homicídio foi registrado no final da noite deste domingo, 09 de Agosto, no pátio do posto e conveniência Cavalo Branco, localizado na avenida Major Amarante, no Centro de Vilhena.

Conforme apurado, o agente penitenciário André Borges Mendes, 32 anos, estava com uma amiga e um amigo de 27 anos no pátio do posto e conveniência, ingerindo bebidas alcoólicas e ouvindo som, ocasião em que o homicida teria chegado ao local em uma bicicleta, pela lateral do posto.

Na sequencia aos fatos, o atirador teria se aproximado da vítima e efetuado vários disparos pelas costas, sendo que três destes atingiram as costas e transfixaram, saindo pelo ombro direito da vítima. Na ação, o atirador acabou alvejando também o rapaz de 27 anos, que acabou atingido na perna esquerda.

André sacou de sua arma de fogo e passou a efetuar disparos no intuito de defender-se das agressões, caindo ao solo ainda atirando e com isso, teria atingido um veículo Volkswagen Gol de cor branco por três vezes e o pé esquerdo de uma garota de 17 anos.

Após toda a ação, o homicida evadiu-se do local rumo, sendo que as testemunhas não souberam explicar suas características físicas, tampouco, para que lado o atirador evadiu-se e como era a bicicleta.

Alvejada, a garota foi encaminhada no veículo Gol, também atingido por disparos, até o pronto-socorro do Hospital Regional.

Já o rapaz de 27 anos fora levado em outro carro até o hospital e permanece recebendo atendimentos médicos, enquanto a menor já recebeu alta.

Uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros Militares e diveras radiopatrulhas de Polícia Militar foram até o posto, onde foi constatado o óbito de André, sendo a área isolada para perícia da Polícia Técnico-Científica (POLITEC) e posteriormente, o corpo foi liberado para funerária Dom Bosco.

Autoria e motivação do assassinato ainda são desconhecidas e devem ser investigadas pela Polícia Civil, através do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

A reportagem apurou que em 23 de Agosto de 2013, o agente penitenciário e seu irmão, também agente, por nome Fabrício, teriam sido apontados como suspeitos de executarem o policial militar Francisco Garcia Galvão, de 39 anos, e que tal execução poderia ter sido motivada por uma disputa por causa de “bico”.

Não é possível ainda, relacionar os fatos anteriores ao assassinato de André nesta noite, contudo, todos os levantamentos do homicídio estão sendo apurados.

Fonte: Rota Policial News