Bezerro de Ouro do Leilão Direito de Viver bate recorde mundial de arrecadação

O 9º Leilão Direito de Viver de Ouro Preto do Oeste ocorrido neste domingo (8) conquistou dois novos recordes de arrecadação em prol do Hospital de Amor da Amazônia.

Um dos recordes foi a arrecadação obtida com o “Bezerro de Ouro”, no caso de um touro nelore pintado, que recebeu vários lances atingindo a cifra de mais de R$ 260 mil, que é o maior valor pago por um animal nesse sistema de sorteio beneficente.

Todos os lances ofertados para o Bezerro de Ouro são transformados em doação, e por meio de sorteio foi tirado um colaborador que ficou com o animal. O boi foi sorteado para a empresária proprietária da Farmácia Santa Terezinha. Houve um grupo de ex-moradores de Ouro Preto do Oeste que trabalha nos Estados Unidos da América que contribuiu com doações. Eles se uniram e enviaram a quantia de R$ 50 mil para o 9º Leilão Direito de Viver.

A camisa do Flamengo com assinatura dos principais atletas do clube campeão brasileiro e da Taça Libertadores foi arrematada pelo empresário Adiel Andrade pela quantia de R$ 25 mil.

O pecuarista Zezinho Araújo, presidente do leilão Direito de Viver em Ouro Preto do Oeste, anunciou ao término do leilão que a expectativa é a de que a arrecadação deste ano atinja a cifra de R$ 1,7 milhão de reais.
Ainda falta calcular o valor arrecadado com o 4º Pedal Direito de Viver, e com a venda do bazar da pechincha e no bar do evento. Segundo a comissão organizadora, a moto sorteada no evento apurou em torno de R$ 60 mil para o leilão Direito de Viver.

Para o leilão de gado do último domingo, o município de Vale do Paraíso arrecadou 184 bezerros e os captadores do distrito de Rondominas conseguiram arrecadar 168 bezerros.

FONTE: CORREIO CENTRAL