Enquete aponta novidades para eleições 2020 em Vilhena

Uma enquete realizada através de grupos de whats app e Facebook, acabou apontando algumas novidades para os eleitores da cidade de Vilhena que irão participar das eleições para prefeito no ano de 2020. De autoria ainda desconhecida, a enquete tinha por objetivo saber se os eleitores de Vilhena estavam satisfeitos com a gestão ” Eduardo Japonês”, Quais dos temas que mais causam preocupação relacionado a gestão local, entre saúde, educação, infraestrutura, impostos dentre outros temas, onde Saúde e educação ficaram em primeiros itens de maior preocupação da população dentre os 6 (seis) tópicos relacionados, a pergunta foi, se as eleições fossem hoje em qual nome você votaria para prefeito (a)?
Até o fechamento desta matéria terça-feira (12) teve um  total de 549 internautas que lançaram suas opiniões e pelos resultados vistos no quesito de satisfação verifica-se que a maioria dos opinantes não estão nada satisfeitos com a gestão “Eduardo Japonês”, sendo 45,7%, (251 votos) nada satisfeitos, 30,2% (166 votos) disseram estar satisfeitos, enquanto 24,4% (134 votos) aprovam a atual gestão. Pelas conversas de bastidores houve-se falar que Eduardo japonês certamente será candidato a reeleição.
Dentre os temas que estarão em foco durante os próximos debates estão saúde, educação e obras e asfaltos.
Diversos pretensos candidatos aparecem na enquete, dentre eles destacam-se em primeiro colocado Capitão R. Silva (42,8%) seguido de Eduardo Japones (41%) em segundo, e abaixo Rosani Donadom (6,6%), Paulo da Argamazon (3,8%), Jaime Bagatolli (3,5%), tirando o primeiro e segundo colocado os  demais todos com baixo número de opiniões. Porém, um dado que surpreende nesta enquete é a aparição do nome do Capitão R Silva, atual diretor do Colégio Tiradentes de Vilhena. Até a edição desta matéria o Militar estava com o maior percentual de opiniões estando inclusive a frente do atual prefeito Eduardo Japonês. Vale lembrar que o Capitão R Silva nunca disputou eleição e se tornou conhecido em razão da implantação do Colégio Militar em Vilhena com a militarização da antiga Escola Zilda, na qual tem elevado o nível do colégio a números expressivos em desenvolvimento e aprendizado e uma conduta ilibável, na administração do órgão. Pode ai estar surgindo uma terceira via para o eleitor, tendo um candidato Militar, seguindo os moldes do Estado e do País.

Fonte: Amazonia em Foco / internet

Autor Da Redação / Volnei Rauh