Daspu e Ken-gá Bitchwear promovem desfile e exibição de Bruna Surfistinha em protesto a Bolsonaro.

A marca Daspu criada em 2005 por Gabriela Leite, ativista e fundadora do movimento de prostitutas no Brasil, se juntou ao Festival Verão Sem Censura para realizar o desfile performance Daspu, junto com a marca Ken-gá Bitchwear.

O evento acontecerá no próximo sábado (18), a partir da meia noite, logo após exibição do filme Bruna Surfistinha. A escolha do filme não foi à toa. O longa foi usado pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) como exemplo de filmes que não seriam mais financiados com recursos públicos.

A atriz Renata Carvalho vai abrir o desfile com um trecho da peça “O Evangelho Segundo Jesus Cristo, Rainha do Céu”, da qual foi protagonista e sofreu vários ataques e atos de censura desde a sua estreia em 2016.

O evento vai contar ainda com a participação da deputada estadual da bancada ativista, Erika Hilton, e das atrizes Leona Jhovs e Veronica Valentino.

A artista Fabiana Faleiros, conhecida como lady Incentivo, fará uma performance para homenagear a madrinha das putas Elke Maravilha, que participou de inúmeros desfiles da Daspu.

Fonte: revistaforum