A Semagri através do secretario de agricultura Jair Dornelas, buscou parceria para que os produtores da agricultura familiar possam vender para (SEMED),secretaria de educação município através do projeto PNAE.

Neste Sábado (18) a partir das (14 horas) haverá uma reunião no barracão da feira municipal no centro da cidade de Vilhena, onde terá como pauta da reunião mais uma oportunidade de renda para os produtores rurais do nosso município.

O secretario Jair Dornelas buscou junto com a secretaria de Educação do municipal mais uma oportunidade para que os produtores da agricultura familiar possa vender seus produtos para o programa PNAE a fim de fomentar a economia do produtor familiar.

Semagri já tem implantado o projeto (PA) que vem trazendo grandes resultados, agora também com parceria da Secretaria de Educação poderá passar os produtores a fornecer seus produtos para o programa PNAE.

“Mais de 60 % dos produtos adquiridos pelo programa é comprado em supermercados da cidade, são produtos que até então não são fornecidos por produtores rurais do município, este dinheiro vai para fora de Vilhena dando preferencia a produtos que poderiam ser adquiridos por produtores da nossa região que em muitas situações não sabem como participar ou mesmo sabem que o programa exista, e essa é nossa objetividade na reunião orientar e direcionar o produtor a participar do programa”. Destacou o Secretario Jair Dornelas.

  Secretario frisa a importância do produtor familiar poder vender bem mais do que exige a lei que, 30 %, da merenda escolar tem que ser adquirido do produtor familiar do município, com o projeto implantado e absorvido pelos produtores os mesmos poderão vender mais e aquecendo sua renda.

A objetividade da reunião é organizar e preparar para atender as escolas municipais acima dos 30% exigido por lei quando ocorrer chamamento publico para vendas. “O Valor chega em torno de  900,000. 00 de merenda escolar e esse dinheiro pode ficar em nosso município destaca o secretario Jair Dornelas”.

Saiba mais sobre programa PNAE.

…Programas e Projetos – PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar…
O Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE é um programa de assistência financeira suplementar com vistas a garantir no mínimo uma refeição diária aos alunos beneficiários. A criação do PNAE ocorreu em 1.983. Contudo, a origem do mesmo remonta à 1.954, com a Campanha da Merenda Escolar, no governo de Getúlio Vargas.

O Programa Nacional de Alimentação Escolar representa a maior e mais abrangente experiência em programas de alimentação e nutrição na América do Sul. A clientela atendida atualmente no país, ultrapassa 37 milhões de alunos, com um investimento superior a 1,025 bilhão de reais ao ano.

O gerenciamento do programa é bastante complexo em virtude de estarem envolvidos diretamente no processo, União, Estados, Municípios, Conselhos e estabelecimentos de ensino. No entanto, o compromisso de gerenciar este recurso de forma transparente e eficaz deve ser uma constante, uma vez que o programa apresenta grande impacto social.

1. OBJETIVO PRINCIPAL DO PNAE

Suprir parcialmente as necessidades nutricionais dos alunos beneficiários, através da oferta de no mínimo uma refeição diária, visando atender os requisitos nutricionais referentes ao período em que este se encontra na escola.

2. OBJETIVOS SECUNDÁRIOS DO PNAE

  • Melhorar as condições fisiológicas do aluno, de forma a contribuir para a melhoria do desempenho escolar;
  • Promover a educação nutricional no âmbito da escola, de forma a reforçar a aquisição de bons hábitos alimentares;
  • Reduzir a evasão e a repetência escolar.
3. META DO PROGRAMA

Garantir uma refeição diária com aproximadamente 350 quilocalorias (Kcal) e 9 gramas de proteínas. Desta forma, a alimentação escolar deve possibilitar a cobertura de no mínimo 15% das necessidades diárias do aluno.