Vilhena-RO: Caps e residentes em psicologia oferecem ajuda no enfrentamento à pandemia com atendimento em Saúde Mental, veja telefones

Na rede de saúde, no Centro de Atendimento Psicossocial e por telefone os profissionais doam seu tempo para ajudar quem passa por dificuldades.

Com 11 linhas abertas, o Caps (Centro de Atendimento Psicossocial) oferece já há alguns dias diversos profissionais em Psicologia para atendimento por telefone àqueles que estão com dificuldade para enfrentar as consequências negativas do isolamento social, da quarentena, das restrições no comércio e da apreensão geral relacionados à pandemia da covid-19. O trabalho feito por servidores do Caps e residentes voluntários está disponível de segunda a quinta-feira, das 7h às 17h, na lista de telefones anexa ao fim deste texto.

Devido ao período de risco para a saúde de todos, que exige alteração nos hábitos de higiene, além de distanciamento e isolamento social, essas mudanças repentinas de rotina pode causar confusão mental. Pensando nisso, o projeto ‘Escutas em Saúde Mental’ oferece canais de comunicação para toda a população que deseje orientações que possam evitar ou amenizar possíveis ataque de pânico, sentimentos depressivos, picos de ansiedade, entre outros problemas.

De acordo com Zilda Golim, coordenadora do Caps de Vilhena, a unidade também está dentro dos postinhos de saúde com psicólogos orientando e apoiando equipe e população quanto às medidas a serem tomadas de prevenção. Mas é por telefone que o alcance pode ser ainda maior. “Nossa equipe multiprofissional permite que adotemos o telefone para manter as consultas de assistência aos 5 mil pacientes do Caps. Isso pode garantir que eles consigam ficar em casa e estáveis mentalmente. Temos uma equipe de plantão no telefone ligando para todos e, ao mesmo tempo, atendendo as ligações do projeto de Escuta em Saúde Mental”, conta Zilda.

A pressão da responsabilidade em lidar com vidas de tantos neste momento coloca uma carga adicional de tensão sobre os ombros dos profissionais de Saúde em geral do município. A fim de aliviar esta pressão, o Caps abriu consultas médicas especializadas para servidores que já apresentaram instabilidade emocional devido ao enfrentamento da pandemia.

“Estamos prontos para atender aos servidores. Nossa prioridade é a equipe de saúde, pois se ele não estiverem estáveis não vamos obter sucesso nessa batalha. Dentro de cada postinho temos um psicólogo já focado neste objetivo. Nossa equipe técnica está reunida e discute diariamente estratégias. Já realizamos distribuição de panfletos na cidade e também colados aos receituários médicos a serem entregues aos usuários”, revela a coordenadora.

Os telefones e dias para atendimento em geral da população, sempre das 7h às 17h, são os seguintes:

Segunda a quinta-feira
3322-1607

Segunda – Feira
98478-3642
98150-4275
9939-24839

Terça – Feira
99940-4900
99354-6889

Quarta – Feira
98478-3642
99940-4900

Quinta – Feira
99354-6889
98150-4275
99392-4839

Semcom