Anderson Pereira acompanha reunião que esclarece falhas no sistema de monitoramento de tornozeleiras eletrônicas

Quando falha a internet, há perda de sinal da tornozeleira

Tornozeleiras Eletrônias
Reunião para debater sobre falhas em tornozeleiras eletrônicas

O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Rondônia, o deputado Anderson Pereira (Pros), esteve em reunião na Secretaria de Justiça (SEJUS), onde foram discutidos possíveis falhas em tornozeleiras eletrônicas, que monitoram apenados, que estão em regime de progressão.

O tema que já havia sido denunciado por um agente penitenciário da cidade de Cacoal, e colocou em xeque a funcionalidade do equipamento e também a atuação da empresa UE-Tecnologia, que executa o serviço ao governo. Em um dos apontamentos, o servidor destacou que o monitoramento não é 100% preciso, pois no sistema mostra um ponto de estada, sendo que o apenado monitorado está em outro, levantando dúvidas.

Durante a reunião, a empresa, que foi convocada pela secretaria Etelvina Rocha destacou os pontos denunciados, esclarecendo ao presidente da comissão Anderson Pereira e membros, deputados Ismael Crispim (PSB) e Jhony Paixão (republicano), as falhas que foram expostas na reunião ordinária da comissão. “Uma das falhas é por conta do sinal de internet que trabalha ligado ao GPS, quando há perda de sinal, a tornozeleira some da área de cobertura deixando de ter o devido acompanhamento”, disse o representante da empresa.

Outro ponto justificado são as violações praticadas pelos próprios, que cobrem o equipamento com papel alumínio, o que também corta o sinal que fornece a localização.

Para Anderson Pereira, as informações foram esclarecedoras, mas existem erros de ordens operacionais, e propôs que a Sejus promova parcerias com outros órgãos, entidades de segurança pública, como a Polícia Civil e Militar para fortalecer a operacionalização do sistema e diminuir os problemas.

A comissão vai acompanhar mais de perto a situação e quando necessário cobrar da titular da pasta, soluções para os problemas apresentados, para dar uma resposta positiva a sociedade.
Foto: Assessoria