“DIÁRIO DA CORTE”: Está sobrando incendiário e faltando bombeiro nas redes sociais.

Vamos combinar uma coisa, apenas aqui entre nós, entre os quase 110 mil habitantes na Cidade. Está sobrando carbonários com lança-chamas, e são poucos os disponíveis a jogar água nessa fogueira das vaidades ideológicas que se tornou o município de Vilhena, “Cidadezinha”, (modo carinhoso de engrandecer a princesinha de Rondônia). Até alguém com uma honesta canequinha na mão já ajudava a dispersar o calor excessivo que tomou conta de todo e qualquer debate politico nas mídias sociais.

A novidade, no limiar do segundo ano de mandato do atual prefeito Eduardo japonês, (PV), é um visível sinal de motivação para prosseguir os trabalhos no próximo ano que se sucede as eleições municipais, com o rescaldo da polarização que, mesmo desgastante tenha sido as criticas e agressões a sua pessoa, ele não se rende e mostra não querer baixa a cabeça, ainda emite bom animo e persevera em seus projetos para a cidade.

Rastilhos de pólvora ainda estão espalhados, aqui e acolá, mas até o momento nenhuma faísca se sobrepôs sobre seu nome, sobre sua administração.

Há consenso, mesmo entre oportunistas que se mantêm calados ou até bradando em redes sociais palavras de ódio e desmoralização pessoal, face News ha a, nem se fala, tudo por conveniências pessoais.

O que há são arroubos, fanfarronices e uma ou outra legítima apreensão diante de fatos que insistem em espocar temeridades irresponsáveis nas redes sociais.

“Segurem os seus radicais, que nós seguramos os nossos”.

Na minha humilde opinião deveria o atual executivo dessa linda cidadezinha portal da Amazônia fazer com sua equipe politica, mostrar a diferença, mostrar ordem e decência, não se rebaixar ao mesmo nível de quem quer usurpar a todo custo o progresso de Vilhena, infelizmente não é o que se vê nas redes sociais, a palavra de ordem ecoa longe, “Partam pra cima”.

“RETROCEDER JAMAIS, AVANÇAR SEMPRE”.

O que não podemos é ver agressões, ofensas, em toda a rede social, um bate de cá outro de lá, conseguiram tirar o prazer de muita gente nas redes sociais, invadem e expõem suas opiniões expressivas e agressivas sem mesmo pedir permissão, empurrando goela abaixo.

Em minha opinião simples e direta estamos com nossas vidas ardendo no fogo de intrigas politicas, oportunistas, partidárias ou egoístas. Chega de incendiários. Chamem os bombeiros.

 

ARAUJO ODAIR