ALERTA: Coronavírus: a cronologia desde o primeiro alerta na China às suspeitas no Brasil

Número de mortos pela doença chega a 132 nesta quarta-feira.

Na Tailândia, registro do cuidado da população usando máscaras para evitar a propagação do vírus

 

O número de infecções pelo novo coronavírus na China superou o registrado pela epidemia de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, sigla em inglês) no país entre 2002 e 2003, segundo dados oficiais divulgados nesta quarta-feira (29).

As autoridades de saúde chinesas relataram nesta quarta 5.974 casos confirmados da doença e 132 mortos na China continental. A comissão nacional de Saúde chinesa informou que estão sendo monitorados mais de 9 mil casos suspeitos de infecção pelo vírus. O vírus da Sars, também um coronavírus, infectou 5.327 pessoas na China continental e causou 349 mortes no país. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epidemia de Sars deixou 774 mortos, entre os 8.096 casos registrados em 2002-2003, antes de ser controlada.

Abaixo, entenda a cronologia do novo coronavírus, desde o primeiro alerta na China, no último dia do ano passado, até agora

31 de dezembro de 2019

  • Autoridades chineses emitiram o primeiro alerta à Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre uma série de casos de pneumonia de origem desconhecida na cidade de Wuhan.

1º de janeiro de 2020

9 de janeiro de 2020

  • As primeiras análises sequenciais do vírus realizadas por equipes chinesas apontam que a pneumonia foi causada por um novo coronavírus.

11 de janeiro de 2020

  • Autoridades chinesas de saúde anunciam a primeira morte de um paciente com o vírus.

13 de janeiro de 2020

17 de janeiro de 2020

  • Os Estados Unidos anunciam que fariam exames de detecção em três aeroportos norte-americanos importantes, inclusive um em Nova York, que recebe voos diretos de Wuhan.

20 de janeiro de 2020

  • Cientistas confirmam transmissão do vírus entre humanos, e o temor em relação ao surto cresce diante do Ano-Novo Lunar chinês, em 25 de janeiro, quando centenas de milhões de pessoas viagem pelo país.
  • Na China, a doença é registrada em Pequim (norte), Xangai (leste) e Shenzhen (sul).

21 de janeiro de 2020

22 de janeiro de 2020

  • Londres e Roma anunciam medidas para monitorar passageiros provenientes de Wuhan.
  • O uso de máscara passa a ser obrigatório nos espaços públicos em Wuhan.

23 de janeiro de 2020

24 de janeiro de 2020

  • Mais de 40 milhões de pessoas foram confinadas na província de Hubei, habitada por quase 60 milhões de habitantes.
  • Ocorrem as primeiras mortes fora do berço da epidemia — uma ocorreu em Hebei, e a outra, em Heilongjiang, uma província na fronteira com a Rússia.
  • Três casos são confirmados na França, os primeiros na Europa.

25 de janeiro de 2020

  • O governo chinês ordena medidas nacionais de detecção de coronavírus em trens, ônibus e aviões.
  • Presidente chinês, Xi Jinping diz que o avanço de epidemia de coronavírus se acelera e pede o fortalecimento da autoridade do regime comunista.

27 de janeiro de 2020

28 de janeiro de 2020

29 de janeiro de 2020

  • As autoridades de saúde chinesas relataram 5.974 casos confirmados da doença e 132 mortos na China continental.

Países que já registraram casos

Alemanha, Austrália, Camboja, Canadá, China continental, Coreia do Sul, EUA, França, Hong Kong, Japão, Macau, Malásia, Nepal, Cingapura, Sri Lanka, Tailândia, Taiwan e Vietnã.

Fonte: gauchazh.